Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
Orixás  (07-08-2015)
O Dom da Cura  (05-08-2015)
Contactos  (04-08-2015)
Início  (03-08-2015)
Tronqueira  (31-07-2015)
Casamento Na Umbanda  (30-07-2015)
Exé Sete Encruzilhada  (30-07-2015)
Sincretismo Religioso  (30-07-2015)
Votação
VOCE ACREDITA EM ESPIRITOS
SIM
NÃO
Ver Resultados


Rating: 2.7/5 (164 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...




Atuação dos Pretos Velhos
Atuação dos Pretos Velhos

 
ATUAÇÃO dos preto-velhos.

    
E assim são os Pretos-Velhos da Umbanda.

Eles representam a força, a resignação, a sabedoria, o amor e a caridade.

São um ponto de referência para
todos aqueles que necessitam: curam, ensinam, educam pessoas e espíritos sem luz.

Eles representam a humildade, não têm raiva ou ódio pelas humilhações, atrocidades e torturas a que foram submetidos no passado.--

Com seus cachimbos, fala pousada, tranqüilidade nos gestos, eles escutam e ajudam àqueles que necessitam, independentes de sua cor,
idade, sexo e de religião.

Não se pode dizer que em sua totalidade que esses espíritos são diretamente os mesmos pretos-velhos da escravidão.
Pois, no processo cíclico da reencarnação passaram por muitas vidas anteriores foram: negros escravos, filósofos, médicos, ricos, pobres, iluminados, e outros.
Mas, para ajudar aqueles que necessitam escolheram ou foram escolhidos para voltar a terra em forma incorporada de preto-velho.
Outros, nem pretos-velhos foram, mas escolheram como missão voltar nessa pseudo forma.

Este comentário pode deixar algumas pessoas, do culto e fora dele, meio confusas: "então o preto-velho não é preto-velho,
ou é, ou o que acontece???".

O espírito que evoluiu tem a capacidade de se por como qualquer forma passada, pois ele é energia viva e conduzente de luz, a forma é apenas uma conseqüência
do que eles tenham que fazer na terra.

Esses espíritos podem se apresentar, por exemplo,
em lugares como um médico e em outros como um preto-velho ou até mesmo um caboclo ou exu.
Tudo isso vai de acordo com o seu trabalho, sua missão. Não é uma forma de enganar ou má fé com relação àqueles que acreditam, muito pelo contrário,
quando se conversa sinceramente, eles mesmos nos dizem quem são, caso tenham autorização.

Por isso, se você for falar com um preto-velho, tenha humildade e saiba escutar, não queira milagres ou que ele resolva seus problemas,
como em um passe de mágica, entenda que qualquer solução tem o princípio dentro de você mesmo, tenha fé, acredite em você,
tenha amor a Deus e a você mesmo.

Para muitos os pretos-velhos são conselheiros mostrando a vida e seus caminhos; para outros, são pisicólogos, amigos, confidentes,
mentores espirituais; para outros, são os exorcistas que lutam com suas mirongas, banhos de ervas, pontos de fogo, pontos riscados e outros,
apoiados pelos exus de lei (exus de luz) desfazendo trabalhos e contra as forças negativas (o mal), espíritos obscessores e contra os exus pagãos
(sem luz que trabalham na corrente negativa que levam os homens ao lado negativo e a destruição).
        

MENSAGEM Os pretos-velhos levam a força de Deus (Zambi) a todos que queiram apender e encontrar uma fé.

Sem ver a quem, sem julgar, ou colocando pecados.
Mostrando que o amor a Deus, o respeito ao próximo e a si mesmo, o amor próprio, a força de vontade e o encarar o ciclo da reencarnação podem
aliviar os sofrimentos do karma e elevar o espírito para a luz divina.

Fazendo com que as pessoas entendam e encarem seus problemas e
procurem suas soluções da melhor maneira possível dentro da lei do dharma e da causa e efeito.

Eles aliviam o fardo espiritual de cada pessoa fazendo com que ela se fortaleça espiritualmente.

Se a pessoa se fortalece e cresce consegue carregar
mais comodamente o peso de seus sofrimentos.

Ao passo que se ela se entrega ao sofrimento e ao desespero enfraquece e sucumbe por
terra pelo peso que carrega.

Então cada um pode fazer com que seu sofrimento diminua ou aumente de acordo com encare seu distino e
os acontecimentos de sua vida: "Cada um colherá aquilo que plantou.

Se tu plantaste vento colherás tempestade.
Mas, se tu entenderes que com luta o sofrimento podeis tornar-se alegria vereis que deveis tomar consciencia do que foste teu passado
aprendendo com teus erros e visando o cescimento e a felicidade do futuro.
Não sejais egoista, aquilo que te fores ensinado passai aos outros e aquilo que recebeste de graça, de graça tu darás. Porque só no amor,
na caridade e na fé é que tu podeis encontrar o teu caminho interior, a luz e DEUS" (Pai Cipriano).

Salve todos os PRETOS-VELHOS, que DEUS os iluminem e os abençoem.
A todos os PRETOS-VELHOS que trabalham nesse mundo e no outro com muito amor.

 

Mentiras no relacionamento …não dá para conviver com o fantasma da desconfiança
Por mais que a gente acredite que não vai fazer mal contar uma mentirinha para o(a) parceiro(a), uma coisa é certa: a mentira tem pernas curtas. A psicóloga e terapeuta sexual Iara Jukemura, do Núcleo de Psicoterapia Cognitiva de São Paulo, afirma: não existe mentira positiva. Todas são negativas e têm poder suficiente para acabar com qualquer relacionamento, já que a base mais sólida das relações humanas é a confiança. “A pior coisa que existe é uma pessoa descobrir que foi enganada. Por isso, mesmo que a verdade seja dolorosa, é melhor optar por ela”, diz Iara. E se você não for capaz de fazer isso, assuma seu erro o mais depressa possível, diga que mentiu, porque assim sua chance de ser perdoado é maior. É mais fácil perdoar uma fraqueza momentânea do que uma mentira. E também é mais fácil perdoar o(a) mentiroso(a) que assume a sua fraqueza do que perdoá-lo(a) quando sabemos da mentira através de outra pessoa”, explica a psicóloga. O fato é que o relacionamento deixa de ser saudável no momento em que a mentira entra em cena. A partir daí, quem mente passa a conviver com dois fantasmas: o da mentira e o do medo de ser desmascarado(a). Talvez, por isso mesmo, muita gente começa a acreditar na própria mentira: é como se, assim, pudesse se defender. Se for descoberto(a), o único caminho é assumir que errou, que foi covarde. “Bater o pé e persistir na mentira só vai piorar as coisas”, afirma Iara. Como a mentira interfere na relação amorosa? Danos irreversíveis, porque o amor saudável se baseia, principalmente, na confiança entre os parceiros. Sem confiança, não há tranqüilidade e o amor não se desenvolve. “Quando um parceiro perde a confiança no outro, o relacionamento acaba”, diz Iara. É preciso lembrar também o quanto é dolorosa a sensação de sentir-se traído(a). A pessoa que mente dificilmente é perdoada e o parceiro(a) enganado passa a desconhecer e a questionar quem é aquela pessoa. E o que é mais devastador: ao tomar conhecimento da mentira, o(a) parceiro(a) passa a acreditar que todo o relacionamento é uma grande mentira. Veja os efeitos devastadores que a mentira causa à relação: Decepção – a descoberta de que o(a) parceiro(a) não era exatamente quem a gente pensava que fosse. Sentimento de fracasso – por ter cometido ume erro de avaliação e ter se apaixonado por alguém que não é confiável. Desconfiança – incapacidade de continuar apostando na relação. Ressentimento/mágoa – por se sentir desconsiderado, não importante, desrespeitado. Desrespeito – o parceiro enganado, insconscientemente, se vinga do mentiroso. Desinteresse – o enganado passa a ver o mentiroso como uma farsa. Ruptura – o amor não resiste muito tempo, e mesmo que o sexo seja maravilhoso, também passa a ser questionado como possível encenação. Fernanda Danneman

 

O PASSE NA UMBANDA
O passe nada mais é que um auxilio produzido pela doação de fluidos . O passe é uma troca de energia, é um remédio que recebemos quando não estamos nos sentindo muito bem e que nos ajuda a melhorar e sentir paz.
Mesmo dentro da umbanda onde encontra-se um médium incorporado com entidade espiritual(outro espírito), existe neste processo a doação e a recepção de fluidos.
O passe representa um bom recurso de auxílio às pessoas que estejam enfermas, ou desgastadas emocionalmente ou, ainda, sob assédio de maus espíritos.
O envio de fluidos sobre o perispirito , uma capa fluídica muito ligado ao corpo físico, célula a célula, explica a sensação de bem estar físico após o passe.
O além da concentração do médium requer também a aceitação dos fluidos do usuário.Quanto mais receptivo este estiver ,mais proveito vai ter do passe.
Na Umbanda as entidades normalmente orientam, esclarecem e deixam mensagens.
Além disso as entidades de Umbanda utilizan-se de matéria para facilitar na transformação de certas energias ou ainda corte de demandas.
Por exemplo as Mães que normalmente utilizam perfumes junto ao passe ou mesmo após ele, para energizarem os filhos. O perfume também serve para baixar as vibrações densas que se encontram no usuário.Ao inalarem o perfume baixam a guarda facilitando o passe de dispersão. As mães d’agua normalmente utilizam-se de perfumes a base de flores. As Iansãs de perfumes amadeirados, e as juremas a base de ervas (lavanda, alfazema), que em algumas vezes é produzido por elas mesmas.
Os caboclos que utilizan-se de ervas,espadas de Ogum, guiné, como troca de energia.Ao passar a erva no usuário, existe uma troca de energia, quebrando demandas e energias estagnadas que se encontravam no usuário.
E ainda a própria fumaça de cachimbos, charutos e cigarros utilizados. Não pense você que a utilização deste matérias tem vinculo a um vicio terreno. Existem sim boas lembranças deste guias a utilização destes a momentos felizes de suas vidas mesmo em tempos tão difíceis como o de suas encarnações.Porém o real motivo da utilização destes meios é de uma defumação que em baforadas atingem diretamente um determinado local. Ainda o fumo, dentre outras ervas, junto a chama libera energias que servem para limpeza da aura de quem necessita. A própria agua serve como um imã ou esponja que pode sugar toda energia negativa do usuário, ou mesmo este elemento pode ser fluidificado servindo como remédio a quem precisar.

 

Preto Velho
São muitas as lembranças da minha encarnação como escravo em uma fazenda de café no interior paulista. O som da chibata, os gritos dos feitores que saíam à caça dos escravos fugidos, as amas de leite obrigadas a amamentar os filhos da sinhá. Lembranças pungentes de muito sofrimento. Quando a princesa Izabel assinou a Lei Áurea, eu estava velho e muito doente.
A senzala era o único lugar onde o negro conseguia ser livre. Minha história de vida foi muito triste, mas aprendi muito. O sinhô era um homem muito refinado e não me tratava mal, mas a sinhá era uma mulher muito infeliz. Seu coração cheio de fel não sabia amar. Era temida e detestada. Por muito pouco mandava chicotear os escravos da senzala e o sinhô fazia todas suas vontades. Negrinhos eram afastados das suas mães, velhos escravos iam para o tronco e as escravas caseiras tremiam com as ordens da caprichosa sinhá. Eu não me queixava e jamais cultivei o ódio e a vingança. Alguns escravos odiavam os senhores com todas as forças até à morte. No plano espiritual, continuavam a perseguição perturbando os senhores com a força da magia negra e da vingança. Como é bom ser bom! Como é triste ser mau! Quantas lágrimas e sofrimentos os senhores plantaram através de suas atitudes. No entanto, todos caminharemos para a Eterna Felicidade! O caminho mais sublime é o Amor, mas alguns só evoluem através da Dor!
Eu era forte e jovem, mas quando meu grande amor foi vendido, capricho da sinhá, minha saúde nunca mais foi a mesma. Minha vida mudou bastante e o meu consolo eram as rezas. Jamais cultivei a revolta ou a vingança. Os Orixás me davam a paz e o consolo para suportar as provas daquela encarnação.
Pior que a escravidão os grilhões da maldade e do preconceito. Muito pior que nosso sofrimento era o peso dos pecados daqueles que oprimiam seus irmãos de cor.
No dia 13 de maio, a alforria! No entanto, as lembranças marcaram minha vida para sempre. Foi minha encarnação mais proveitosa. Nessa vida de martírios, cultivei a renúncia e a humildade.
Quando desencarnei, meu grande amor estava à minha espera. A linda escrava que eu amei e foi vendida já estava no Plano Espiritual ansiosa pelo meu retorno. Somos todos irmãos! Somos todos iguais!
Muito tempo se passou e agora estou novamente na Terra. Não como espírito encarnado, mas como pai velho trabalhando nos terreiros de Umbanda. Minha vestimenta astral é a de preto velho. Escolhi essa missão para estar mais perto dos meus filhos de fé. Muitos precisam de libertação, da alforria da paz e da fé. Essa é a missão dos pretos velhos! Conselho, resignação, amor e paz! Limpar com a fumaça do cachimbo os miasmas do mal e da doença.
Aceitei essa tarefa sublime por muito amar a Humanidade. Conheci o sofrimento, a humilhação e a pobreza.
Minha mensagem é de libertação! Filho de fé liberte-se dos grilhões do orgulho e do egoísmo. Se você está sofrendo, não desanime! Confie no Pai Oxalá que tudo vê e tudo sabe! Faça sua parte no aprimoramento espiritual e na reformulação das suas atitudes. Liberte-se das vibrações negativas do desânimo, da tristeza e do pessimismo. Ame a Terra! Colabore para que esse Planeta melhore cada vez mais e seja um grande Lar de Amor! Liberte-se do peso da angústia através do Amor! Perdoe seus inimigos, porque Oxalá é o exemplo de Perdão e Misericórdia!
Desejo que Oxalá o ilumine hoje e sempre! Nascemos para vencer e evoluir! Nascemos para conviver com Amor e tolerância! Somos todos irmãos! Nascemos para cumprir apenas uma passagem! A verdadeira vida é a vida espiritual!
Pai João das Almas (Mensagem psicografada por Sandra)


 
 
 
 
.